Links de Acesso

Presidente Donald Trump agradece a Stephen Bannon


Em destaque na foto, os então conselheiros de Donald Trump, Stephen Bannon, à esquerda e despedido a 18 de Agosto de 2017, à direita, Jared Kushner, genro de Trump.

Donald Trump agradeceu neste sábado, 19 de Agosto, a Stephen Bannon pelos serviços prestados depois de afastá-lo do governo como seu estratega chefe, em volta da polémica provocada pela dificuldade de Trump em condenar violentas manifestações de supremacistas brancos.

"Quero agradecer a Steve Bannon pelo seu serviço. Ele chegou à campanha durante minha disputa contra a desonesta Hillary Clinton - foi maravilhoso! Obrigado", escreveu no Twitter o Presidente a respeito do agora ex-assessor de 63 anos, defensor da agenda nacionalista e populista que levou o magnata do sector imobiliário ao poder.

Bannon, figura importante da chamada "alt right" (extrema direita) e cuja presença na Ala Oeste da Casa Branca foi motivo de controvérsia desde a sua designação como estratega chefe do Presidente, era o núcleo de um dos vários centros de poder que competiam dentro da presidência.

Ex-director do portal ultra conservador Breitbart News e crítico do "establishment" e das "elites", Bannon permaneceu pouco mais de seis meses no seu cargo na Casa Branca.

Desde a tomada de posse de Donald Trump, a 20 de Janeiro 2017, oito figuras chave da Casa Branca já foram despedidas.

Stephen Bannon, Anthony Scaramucci, Reince Priebus e Sean Spicer, foram os últimos quatro. Anteriormente tinham saído Michael Flynn - Conselheiro de Segurança Nacional, Katie Walsh - sub-chefe de gabinete da Casa Branca, James Comey - director do FBI e Mike Dubke - director de comunicação.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG