Links de Acesso

Donald Trump chama de repugnantes grupos neonazistas e outros que pregam a supremacia branca

  • Redacção VOA

Trump critica grupos racistas

Presidente diz que racismo não tem lugar na América e ordena investigação ao ataque de Charlottesville

O Presidente americano Donald Trump anunciou nesta segunda-feira, 14, que determinou uma investigação sobre o ataque que matou uma mulher em Charlottesville, no sábado, 12, e garantiu que os envolvidos no incidente serão punidos.

A investigação, segundo Trump, vai envolver o FBI e o Procurador-Geral da República.

"Não vamos poupar recursos parar proteger cidadãos americanos", garantiu.

No pronunciamento, o Presidente chamou de "repugnantes" grupos neonazistas e entidades que pregam a supremacia branca, e disse que o racismo é "perverso".

Na ocasião Trump apontou a sua cusação aos grupos neo-nazistas, supremacistas brancos e o conhecido Ku-Klux-Klan, respondendo assim aos críticos que exigiram de Trump uma referência àqueles grupos.

A cidade de Charlottesville, no Estado de Virgínia, foi palco no sábado confrontos entre integrantes da supremacia branca e grupos anti-extremistas.

James Alex Fields, de 20 anos atirou o carro que dirigia contra um grupo que protestava contra a supremacia branca, matando uma mulher e deixando pelo menos 19 feridos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG