Links de Acesso

Casa Branca esclarece declaração de Trump sobre violência em Charlottesville

  • Redacção VOA

Donald Trump

Presidente condena “supremacistas brancos, Ku Klux Klan, neonazis e todos os grupos extremistas”, diz porta-voz

A Casa Branca disse hoje que o Presidente Donald Trump condenou todas as formas de “violência, racismo e ódio” quando ontem falou sobre a violência na cidade de Charlottesville, incluindo “supremacistas brancos, Ku Klux Klan, neonazis e todos os grupos extremistas”.

O presidente Trump foi criticado por na sua declaração ter condenado a violência “de todos os lados” não mencionando os grupos racistas que se tinham conglomerado em Charlottesville para protestar contra a remoção da estátua do comandante das forças do sul esclavagista na guerra civil americana.

Uma pessoa morreu e 19 outras ficaram feridas na violência entre os grupos de direitas e contra manifestantes.

A morte ocorreu quando um homem levou o seu carro a embater contra um grupo de contra-manifestantes.

A polícia prendeu um homem que deverá comparecer em tribunal nos próximos dias.

Dois policias morreram num desastre de helicoptero durante operações de controlo das manifestações

Um porta-voz da Casa Branca disse que o “presidente afirmou fortemente na sua declaração de ontem que ele condena todas as formas de violência, racismo e ódio e claro está que isso inclui os supremacistas brancos, a Ku Klux Klan, os neonazis e todos os grupos extremistas”.

“ O presidente apelou à unidade nacional e para todos os americanos se unirem”, afirmou o porta-voz

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG