Links de Acesso

Projecto de combate ao HIV/SIDA vai arrancar em Angola

  • Teodoro Albano

Projecto de combate ao HIV/SIDA vai arrancar em Angola

Projecto de combate ao HIV/SIDA vai arrancar em Angola

Kapeleko é o nome do projecto de prevenção e combate ao HIV/ SIDA que vai ser coordenado nos próximos três anos em seis províncias de Angola pela organização não governamental World Learning.

Kapeleko é o nome do projecto de prevenção e combate ao HIV/SIDA que vai ser coordenado nos próximos três anos em seis províncias de Angola pela organização não governamental World Learning.

O projecto a ser executado por organizações angolanas parceiras da World Learning na vertente do HIV/SIDA tem o financiamento da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional, USAID, avaliado em oito milhões de dólares.

O projecto já foi apresentado na Huíla. A coordenadora pela World Learning, Ana Lemba, disse que o objectivo principal do mesmo é reduzir entre a população a incidência da doença;

“O projecto tem como objectivo principal reduzir a incidência do HIV através de prevenção da transmissão entre a população geral e vai ser implementado do ponto de vista estratégico em parceria com as organizações locais com as quais a WL já tem estado a trabalhar num outro projecto de reforço institucional. O projecto pretende depois de três anos poder ter contribuído para a mudança de comportamento a nível de jovens e todo o trabalho que for feito poderem divulgar através de documentação que prova a mudança de comportamento.”

Huambo, Huíla, Benguela, Kuando-Kubango, Cunene e Luanda são as províncias escolhidas para a implementação do projecto que de acordo com o plano estratégico nacional são as regiões com maior prevalência da pandemia.

Pedro Chilumbo da ONG, ASD uma das parceiras da World Learning no Lubango, saúda a iniciativa numa província em que os desafios de luta contra a pandemia são cada vez maiores;

“É bem-vinda esta iniciativa de maneira que a doença não se propague cada vez mais a nível da província e a nível do país em geral, é nesta perspectiva que todas as organizações devem estar empenhadas para prevenir informar as comunidades como se devem prevenir.”

XS
SM
MD
LG