Links de Acesso

EUA / Angola: Donativo de 4,3 milhões de dólares para combate à malária

  • Agostinho Gayeta

EUA / Angola: Donativo de 4,3 milhões de dólares para combate à malária

EUA / Angola: Donativo de 4,3 milhões de dólares para combate à malária

A rede mosquiteira é a maior estratégia de prevenção da malária em Angola

<A Embaixada dos Estados Unidos da América em Angola, através da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional e do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças doou, nesta terça-feira, 630 mil redes de mosquiteiros para a prevenção da malária em Angola.

As redes mosquiteiras estão avaliadas em mais de 4,3 milhões de dólares, incluindo o custo de compra, distribuição e campanha de comunicação e educação, para ajudar no combate à malária em todo território angolano.

Os mosquiteiros foram entregues ao armazém central da Organização Não-Governamental Population Services International.

A organização nesta primeira distribuição gratuita trabalha em coordenação com 8 ONGs que actuam em oito, das dezoito províncias de Angola, nomeadamente Benguela, Huambo, Huíla, Malanje, Kwanza Norte, Kwanza Sul, Uíge e Zaire.

Desde 2006, o governo norte-americano já distribuiu mais de 2 milhões de redes de mosquiteiras para travar a malária em Angola. Com esta entrega, o PMI, Iniciativa do Presidente Americano contra a Malária contribuiu com mais de 90 milhões de dólares para a prevenção e tratamento da malária em todas as províncias de Angola. Deste modo a iniciativa do Presidente Americano contra a Malária pretende reduzir em 70% as mortes relacionadas com esta endemia no país.

A rede mosquiteira é a maior estratégia de prevenção da malária em Angola, por esta razão o Ministério da Saúde recomenda o se uso regular para protecção contra as picadas de mosquitos.

XS
SM
MD
LG