Links de Acesso

Morreu o estilista Virgil Abloh, tinha 41 anos


Foto de arquivo: Virgil Abloh, Paris, Fevereiro 2019

Em 2018, Abloh tornou-se o primeiro director artístico negro de roupas masculinas da Louis Vuitton

O designer de moda Virgil Abloh, um importante executivo de moda aclamado como o Karl Lagerfeld da sua geração, morreu de cancro. Ele tinha 41 anos.

A morte de Abloh foi anunciada no domingo pelo grupo de luxo LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy) e pela marca Off-White, a marca de alta moda de rua fundada por Abloh em 2013. Abloh foi o director artístico da roupa masculina da Louis Vuitton.

Foto do arquivo: Virgil Abloh, Londres, Fevereiro 2018
Foto do arquivo: Virgil Abloh, Londres, Fevereiro 2018

"Estamos todos chocados com esta notícia terrível. Virgil não era apenas um designer génio, um visionário, ele também era um homem com uma bela alma e grande sabedoria", disse Bernard Arnault, presidente e executivo-chefe da LVMH, em comunicado.

Uma declaração da família de Abloh na conta do designer no Instagram disse que Abloh foi diagnosticado há dois anos com angiossarcoma cardíaco, uma forma rara de cancro em que ocorre um tumor no coração.

"Ele optou por enfrentar a sua batalha em privado desde o diagnóstico em 2019, passando por vários tratamentos desafiadores, ao mesmo tempo em que dirigia várias instituições importantes que abrangem moda, arte e cultura", diz o comunicado.

Em 2018, Abloh tornou-se o primeiro director artístico negro de roupas masculinas da Louis Vuitton na história da casa de design francesa.

Um ganês-americano de primeira geração, cuja mãe costureira o ensinou a costurar, Abloh não teve nenhuma formação formal em moda, mas tinha um diploma em engenharia e um mestrado em arquitectura.

Abloh, que cresceu em Chicago, era frequentemente referido como um homem da Renascença no mundo da moda. Ele trabalhou como DJ., mas em pouco tempo, emergiu como um dos estilistas mais aclamados da moda. Abloh autodenominava-se "um criador". Ele foi nomeado uma das pessoas mais influentes da revista Time em 2018.

Em 2009, Abloh conheceu Kanye West - agora chamado Ye - enquanto ele trabalhava numa loja de impressão de tela. Ele e Ye estagiaram juntos na marca LVMH Fendi e mais tarde Abloh foi o director criativo de Ye.

O designer foi também director de artístico do álbum "Watch the Throne" de Ye-Jay-Z de 2011, pelo qual Abloh foi indicado ao Grammy.

Com a Nike, ele fez parceria com seu selo Off-White para uma linha de ténis que causou frenesi, remixados com uma variedade de estilos e fontes Helvetica. Abloh também projectou móveis para a IKEA, garrafas recarregáveis para embalagens Evian e Big Mac para McDonald's. O seu trabalho foi exibido no Louvre, no Gagosian e no Museu de Arte Contemporânea de Chicago.

Abloh deixa a sua esposa Shannon Abloh e os seus filhos, Lowe e Gray.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG