Links de Acesso

Tanzânia: Activistas e oposição criticam projecto agrícola americano


Hillary Rodham Clinton durante uma conferência de imprensa na State House em Dar es Salaam,em Junho de 2011.

Hillary Rodham Clinton durante uma conferência de imprensa na State House em Dar es Salaam,em Junho de 2011.

De acordo com a Agrisol Energy, o objectivo do projecto é ajudar a expandir o sector agrícola, transferir “know-how” tecnológico, criar emprego e prosperidade

Na Tanzânia, está a travar-se um feroz debate relativamente a terrenos que investidores americanos estão a tentar desenvolver. Dezenas de milhar de antigos refugiados que agora cultivam aquelas terras.

Os investidores afirmam que querem ajudar a Tanzânia, mas activistas e elementos da oposição consideram que se trata de uma iniciativa para se apoderarem daquelas terras.

Funcionáros governamentais tanzanianos referem que estão a ultimar os contratos de arrendamento que irão permitir à empresa Agrisol Energy Tanzania Ltd de operar num terreno, no Rukwa Oeste e em Kigoma, uma prpriedade com uma área de 325 hectares.

Aquela empresa faz parte de um conglomerado americano – a Agrisol Energy – fundado com o apoio de Bruce Rastetter, um investidor americano dos sectores da pecuária e da indústrial de etanol. De acordo com a Agriso Energy, o objectivo do projecto é ajudar a expandir o sector agrícola tanzaniano, transferir “know-how” tecnológico, criar emprego e prosperidade.

Mas, activistas sociais, como é o caso de Anuradha Mittal, do Instituto Oakland, nos EUA, referem que a concretização daquele projecto irá levar a que sejam desalojadas 160 mil pessoas, para além da degradação do meio ambiente, tendo como contrapartida muito pouco benefícios para a população local.

Durante uma recente visita efectuada aos EUA, o ministro da Agricultura da Tanzânia, Jumane Maghembe, minimizou as críticas que são feitas ao projecto da Afrisol e argumentou que a sua execução irá, na realidade suplementar a produção agrícola, não só da Tanzânia, mas de outros países da região.

XS
SM
MD
LG