Links de Acesso

São Tomé: Governo promete pagar bolsas de estudos a partir de amanhã


Largo do Museu Nacional na cidade de São Tomé

Largo do Museu Nacional na cidade de São Tomé

Bolseiros na Rússia que correm o risco de expulsão vão ser os primeiros beneficiários

Em São Tomé o governo prepara para iniciar o pagamento das bolsas dos estudantes no estrangeiro cujas propinas estão atrasadas há mais de seis meses.

Uma fonte da direcção do Tesouro disse hoje a Voz da América que o governo vai dar inicio ao processo com o pagamento das bolsas dos estudantes na Rússia a partir de amanhã.

A mesma fonte garantiu que todos outros estudantes ainda serão pagos ao longo desta segunda quinzena de Agosto.

A situação do atraso no pagamento das bolsas é uma constante, mas foi a situação dos estudantes na Rússia que levantou uma série de críticas pela ameaça de expulsão dos bolseiros pelas autoridades russas.

Actualmente o governo santomense paga o estudo de cerca de 900 estudantes com um total de gastos acima de três milhões de dólares anuais.

A Voz da América falou com um desses estudantes. Ouvimos Leonildo Costa, estudante de Comunicação Social desde 2005 no Estado do Rio de Janeiro no Brasil, falar das peripécias por que passam os estudantes com as bolsas em atraso há mais de seis meses.

Ouça o segmento sonoro no ínício desta página...

XS
SM
MD
LG