Links de Acesso

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump descreveu de ridícula a decisão de um juiz federal que suspendeu a ordem presidencial de proibir a entrada de cidadãos de diversos países do Médio Oriente e prometeu apelar a decisão.

Os serviços de fronteira disseram que na sequência da ordem do juiz os viajantes desses países com um visto válido de entrada poderão entrar nos Estados Unidos.

Numa declaração a Casa Branca disse que vai iniciar o mais cedo possível um acção de emergência para uma suspensão da decisão do juiz acrescentando que a ordem do presidente era legal e apropriada.

Num tweet o presidente americano disse que os Estados Unidos enfrentarão grandes problemas se o país “não puder decidir quem pode e quem não pode entrar no país”.

Anteriormente o Departamento de Estado tinha afirmado que cerca de 60.000 vistos tinham sido provisoriamente cancelados na sequência da ordem presidencial proibindo temporariamente a entrada de cidadãos de sete países do Médio oriente e suspendendo indefinitivamente ao programa de entrada de refugiados sírios.

O Departamento de Estado disse que sequência da decisão do juiz tinha cancelado a revogação dos vistos já aprovados

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG