Links de Acesso

Presidente turco diz que ordem para matar Khashoggi veio do "nível mais alto do governo saudita"


Recep Tayyip Erdogan

Tayyip Erdogan iliba Rei Salman e não menciona nomes

O presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan disse que a ordem para se assassinar o jornalista Jamal Khashoggi foi dada aos níveis mais altos do governo saudita.

Num artigo de opinião no Washington Post Erdogan disse no entanto não acreditar que o Rei Salman tenha dado essa ordem.

Ele também não acusou o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, que governa o país no seu dia a dia, de ser responsável.

Khashoggi escrevia para o Washington Post e foi morto após se deslocar ao consulado da Arábia Saudita em Istanbul o mês passado.

O presidente Tayyip Erdogan disse que a comunidade internacional tem a responsabilidade de revelar quem foram os responsáveis pelo crime.

O Departamento de Estado americano disse ontem que vai continuar a tentar obter uma investigação completa à morte de Khashoggi acrescentando estar a estudar a possibilidade de medidas adicionais contra qualquer pessoa que se conclua seja responsável.

O secretário de estado Mike Pompeo disse por seu turno que poderá levar mais algumas semanas até os Estados Unidos terem provas suficientes para impor sanções contra os responsáveis pelo crime

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG