Links de Acesso

Muçulmanos voltam a alegar discriminação na Lunda Norte


Foto de arquivo

Muçulmanos na Lunda Norte voltaram a acusar as autoridades locais de discriminação afirmando que continuama encontrar dificuldades em operar mesquitas.

Muçulmanos alegam discriminação na Lunda Norte - 3:11
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:11 0:00


Das 39 mesquitas existentes na Lunda Norte apenas quatro funcionam disse o responsável da Comunidade Muçulmana na Lunda Norte António Aly Muhalia.

O encerramentoo das mesquitas começouo ano passado com a Operação Resgate quandoo govenro introduziu medidas que devem ser cumpirada s para a legalizaçãode qualquer culto religioso mas a a última ser encerrada foi no inicio deste mês pororientação da administração Municipal do Chitato, disse Muhalia.

Muhalia afirma que mesmo com as alegadas perseguições “não vamos parar de rezar”.

A VOA tentou contactar as autoridades na provincia da Lunda Norte que haviam supostamente prometido a reabertura das mesquitas até o mes de Outubro mas não tivemos qualquer resposta.

Miguel Baptista delegado da justiça da Lunda Norte justificou recentemente o encerramento das referidas mesquitas com a falta de legalização.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG