Links de Acesso

Dirigentes e membros da IURD formalmente acusados de diversos crimes


Igreja da IURD na Huíla, Angola (Foto IURD)

Advogados requereram instrução contraditória que terá lugar na próxima semana

Vários dirigentes e membros da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola já foram formalmente acusados de diversos crimes e o seu julgamento depende agora apenas do tribunal, disse a Procuradoria Geral da República.

Dirigentes da IURD indiciados em Angola - 1:27
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:27 0:00

Os advogados dos arguidos solicitaram ao tribunal provincial de Luanda a instrução contraditória, o que foi anuído pelo juiz da causa e que terá lugar no próximo dia 25.

Bolsonaro se defende de suspeitas de corrupção; Vice em Angola intercede por Igreja Universal
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:32 0:00

Segundo o porta-voz da PGR, o julgamento do processo destes cidadãos acusados de associação criminosa e branqueamento de capitais só depende agora do do tribunal

Entre os arguidos soltos que serão julgados no Tribunal Provincial de Luanda, estão Honorilton Gonçalves da Costa, ex-representante máximo da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola, Fernando Henriques Teixeira, ex-director da Record TV África, António Pedro Correia da Silva (bispo) e Valdir de Sousa dos Santos (pastor).

Álvaro João disse que a maior parte dos acusados “são estrangeiros” e disse estarem soltos mas não esclareceu se ainda estão em território angolano.

Deputados ligados à Universal prometem retaliação ao governo de Angola
please wait

No media source currently available

0:00 0:04:24 0:00

"Já foi introduzido ao tribunal uma acusação formal, na próxima quarta-feira, começará então a fase da instrução contraditória, disse.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG