Links de Acesso

Directores do Fundo Soberano de Angola vão ser controlados por comité de supervisão


Luanda

Presidente João Lourenço descreve novos directores como "pessoas austeras"

Os novos administradores do Fundo Soberano de Angola vão agir sob controlo de um comité de supervisão, revelou o ministério das finanças angolano.

Esse comité visa garantir “uma gestão mais eficiente e transparente dos recursos estratégicos do estado”, disse o ministério

O presidente angolano João Lourenço nomeou um novo conselho de administração para o fundo demitido a anterior direção chefiada pelo filho do ex-presidente Eduardo dos Santos, Filomeno dos Santos.

O novo conselho de administração é chefiado por Carlos Alberto Lopes, antigo ministro das finanças.

Ao dar hoje posse à nova direcção o chefe de estado angolano descreveu os seus membros como “pessoas austeras… que sabem cuidar bem dos recursos do estado”.

A exoneração da antiga administração foi levada a cabo na sequência de um diagnóstico que concluiu ter havido “falta de transparência nos processos de contratação dos gestores activos e prestadores de serviços” ao fundo e ainda "um risco elevado resultante da exposição causada pelo volume de activos que se encontram sob gestão de apenas uma entidade externa".

Anteriormente tinha havido criticas ao facto da anterior administração ter concedido o controlo de investimentos a um individuo com quem Filomeno dos Santos tinha negócios particulares.

O diagnóstico disse ainda ter havido um "fraco controlo e supervisão às actividades" do fundo pelas autoridades.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG