Links de Acesso

China investe em Cabinda

  • Coque Mukuta

Cabinda vai ter porto de águas profundas

Economistas dizem que falta de transparência é a razão dos constantes empréstimos chineses

A China continua a ser o grande investidor em Angola ao conceder empréstimos sem qualquer condição de transparência, beneficiando a corrupção e empresas chinesas, disseram economistas contactados pela VOA em Luanda.

Os economistas comentavam o anúncio de que a China vai ser o grande investidor no porto de águas profundas a ser construído em Cabinda.

O projecto está avaliado em 1.100 milhões de dólares e o Fundo Soberano de Angola diz que vai investir 180 milhões.

O economista João Maria Funzi Chimpolo afirma que países com regras de transparência não entram em negociações com o Estado angolano, daí a proeminência da China.

Chimpolo enteden ainda que os contactos com empresas chinesas são marcados por “muitos intermediários” e “comissões”

O economista Faustino Mumbika é da mesma opinião.

A China, considera, “é a única que pode emprestar dinheiro a Angola sem nenhuma condição de transparência” .

XS
SM
MD
LG