Links de Acesso

Cólera provoca duas mortes e há 35 casos confirmados em Cabinda

  • José Manuel

Doença já tinha chegado ao Soyo

Autoridades temem que doença se alastre

Contra todas as garantias de prevenção e controlo da propagação da doença, as autoridades, o Ministério da Saúde confirmou a existência da epidemia da cólera em Cabinda.

O director nacional de Inspecção da Saúde revelou que até o dia 24 foram registados dois mortos e 35 cidadãos estão afectados pela epidemia.

As autoridades sanitárias temem agora que a epidemia venha a afectar em grande escala a população das zonas suburbanas por causa de falta do saneamento do meio.

Especialistas dizem que os amontoados de lixo nas zonas periféricas e em algumas ruas da cidade de Cabinda podem contribuir para o alastramento da doença.

Miguel dos Santos Oliveira diz que o melhor nesta fase inicial é trabalhar na prevenção, disponibilizar meios e envolver responsáveis dos sectores das águas e as administrações municipais.

Até o fim da tarde desta quinta-feira, 26, o director provincial da Saúde, Paulo Zenga Alexandre, recusou-se a prestar declarações à VOA.

XS
SM
MD
LG