segunda-feira, 08 fevereiro, 2016. 18:47 UTC

    Notícias / Moçambique

    Moçambique: Conselho de Estado analisa situação política

    Foi a terceira vez que o Conselho de Estado, um órgão de consulta do Presidente da República, se reuniu em cerca de cinco anos de existência.

    Vista de Maputo
    Vista de Maputo
    William Mapote
    No meio da tensão político-militar entre o governo e a Renamo, o Conselho de Estado  reuniu nesta segunda-feira, num dos raros encontros do órgão, com o objectivo de passar em revista a situação nacional.
    Na agenda do encontro estava a discussão sobre as eleições gerais revistas para 2014 e a análise da situação política, social e económica do país.
    Segundo Edson Macuácua, Porta-voz da Presidência da República, “sobre este ponto específico” não houve nenhum pronunciamento.
    Segundo Macúacua, o encontro debruçou-se sobre dois assuntos específicos, nomeadamente, as eleições gerais e provinciais previstas para 2014 e a situação político, económico e social do país.

    Como posicionamento os Conselheiros recomendaram a marcação das eleições em conformidade com a Constituição da República e as leis vigentes, o que equivale a dizer que deverão ter lugar entre Outubro a Dezembro do próximo ano, “devendo a data exacta ser anunciada futuramente pelo Chefe de Estado”.

    No que diz respeito à situação política nacional, os conselheiros exortaram Guebuza “a prosseguir com a sua postura de abertura e diálogo de modo a consolidarmos a estabilidade política e a promovermos a harmonia social”, explicou o porta-voz do Chefe de Estado.

    No seio da sociedade, a sessão de hoje era uma grande oportunidade para junto dos seus conselheiros, o Presidente da república discutir o tão anseiado encontro com o líder da Renamo, Afonso Dhlakama, visto como a solução para a actual tensão que já causou morte de civis e militares em Muxúngue, mas segundo o porta-voz do encontro, este assunto, não foi abordado.

    Entre elogios ao desempenho do Chefe do Estado, os Conselheiros encorajaram Guebuza a continuar com o seu estilo de governação.
    Dos 17 membros que compõe o Conselho de Estado, apenas Graça Machel e Afonso Dhlakama não estiveram presentes.
    Enquanto a antiga primeira dama moçambicana faltou devido ao estado  de saúde de Nelson Mandela, as razões de Dhlakama são outras.

    "O Presidente Dhlakama está numa reivindicação política que o próprio Presidente da república conhece. Sempre disse que enquanto não houver justiça eleitoral nunca participaria nestes órgãos", justificou António Muchanga, um dos conselheiros, eleitos pela Renamo.

    Hoje foi a terceira vez que o Conselho de Estado, um órgão de consulta do Presidente da República reuniu, em cerca de cinco anos de existência.
    O forúm foi encerrado
    Comentários
         
    Năo existem comentários. Seja o primeiro

    Siga-nos

    Rádio

    AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

    Sexta 16:30 - 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sexta-feira 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

    Os Nossos Vídeos

    Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
    Acesso à Internet em Maputo: Mulheres vs Homens - Que soluções?i
    || 0:00:00
    ...  
     
    X
    07.02.2016 06:49
    Fernanda Lobato aponta as dificuldades que as mulheres moçambicanas enfrentam no acesso à tecnologia, à saúde, a bens essenciais
    Vídeo

    Vídeo Acesso à Internet em Maputo: Mulheres vs Homens - Que soluções?

    Fernanda Lobato aponta as dificuldades que as mulheres moçambicanas enfrentam no acesso à tecnologia, à saúde, a bens essenciais
    Vídeo

    Vídeo Filhos de Jonas Savimbi levam empresa de jogo Call of Duty a tribunal

    Em causa está um milhão de dólares de indemnização por danos morais Entrevista dada à AFP
    Vídeo

    Vídeo Como Chegar à Casa Branca II

    O caminho para a Casa Branca depende de muitos factores Um deles é sem dúvida o financiamento - quanto mais dinheiro tiver, melhor para o candidato Este é o 2º vídeo que explica como decorre a campanha presidencial nos Estados Unidos até ao dia da eleição do Presidente
    Mais Vídeos