Links de Acesso

Violência anti-americana mata 9 afegãos


Afegãos manifestam-se contra os Estados Unidos

Afegãos manifestam-se contra os Estados Unidos

Onda de protestos pela queima, não intencional, de livros do Corão

Pelo menos nove pessoas foram mortas em resultado de um ataque por um bombista suicida nas proximidades do aeroporto regional de Jalalabad, segundo informações da polícia afegã.

O ataque foi o mais recente incidente de violência, após uma série de protestos pela queima não intencional de livros do Corão por soldados dos Estados Unidos no Afeganistão.

O ataque desta segunda-feira ocorreu no leste do Afeganistão ao amanhecer, quando segundo testemunhas o atacante conduziu a viatura para os portões do aeroporto antes de provocar a explosão.

A maioria das vítimas parece ter sido civis e guardas de segurança afegãos. Fontes da NATO precisaram que o atacante não penetrou as defesas do aeroporto.

Um porta-voz dos Talibã reivindicou a responsabilidade, indicando ter sido o ultimo acto de vingança pela queima do Corão na base aérea de Bagram, situada a norte de Cabul.

A destruição acidental de livros sagrados Islâmicos provocou protestos naquele país conservador Muçulmano, tendo a NATO indicado que nem toda a violência pode ser atribuída aos Talibã.

O brigadeiro general Carsten Jacobson, porta-voz da Força Internacional de Segurança da NATO, sustentou que os Talibã com frequência reclamam crédito pelos ataques para exagerarem a sua capacidade operacional e influencia.

“De momento, com a situação tensa a que assistimos no Afeganistão, eles utilizam a oportunidade para reclamar que tais actos são executados por eles, planeados por eles.”

O pedido de desculpas por parte do Presidente Barack Obama e por outros dirigentes norte americanos pelo incidente até agora não conseguiram acalmar as manifestações anti americanas.

Os protestos causaram a morte a mais de trinta pessoas, incluindo quatro militares norte americanos. Dois oficiais foram mortos por um alegado agente dos serviços de informação afegãos que se encontra fugido.

Apesar da actual violência e a preocupação de como poderá afectar o treino das forças de segurança afegãs, o embaixador dos Estados Unidos afirmou que Washington não deve retirar as suas tropas antes da data prevista.

Ao abrigo do acordo internacional, as forças de combate estrangeiras devem deixar o Afeganistão até final do ano de 2014.

As três principais religiões abraâmicas têm regras diferentes para quando, e como os textos religiosos podem ser descartados.

Estas são algumas das tradições:

* Islão: O Alcorão pode ser descartado se houver um erro no texto ou se o volume está desgastado. Nesse caso, os estudiosos religiosos dizem que existem duas formas preferenciais de fazê-lo - envolvendo-o num pano e enterrá-lo, ou limpar o texto com água.

* Catolicismo Romano: os católicos podem enterrar a Bíblia quando ela precisa de ser eliminada, embora tenham havido casos na Idade Média de incineração feita na forma de oferenda religiosa.

* Protestantismo: os protestantes não têm prescrições especiais sobre a eliminação de textos religiosos, uma vez que visualizam a mensagem como sendo inspirada e não o texto físico como divino.

* Judaísmo: No Judaísmo, qualquer texto que contém o nome de Deus deve ser enterrado quando não é mais utilizável, ou colocado numa sala dedicada, conhecida como "Geniza." Cemitérios judaicos muitas vezes têm túmulos especiais para textos sagrados. Alguns rabinos americanos recentemente determinaram que a reciclagem também é apropriada.

XS
SM
MD
LG