Links de Acesso

Trump chega a Manila no meio de protestos

  • Redacção VOA

Protestos junto à embaixada americana em Manila.

Milhares de polícias de choque bloquearam os manifestantes, que foram organizados, em parte, por um pequeno partido político de esquerda.

O Air Force One de Donald Trump chegou as 18 horas de domingo (tempo local) a Manila depois de cerca de 3.500 filipinos terem tentado marchar até a embaixada dos EUA.

Nos seus gritos, os manifestantes pediam a saída de Trump do país e acusavam o governo dos Estados Unidos, que colonizou Filipinas por 50 anos, por guerras no exterior.

"Sabemos que a América provoca guerra em todo o mundo, em todos os países do terceiro mundo onde tentam entrar", disse a manifestante Kristine Cabardo, de 23 anos. "O imperialismo, em primeiro lugar, traz apenas guerra e destruição”.

"Literalmente, o governo das Filipinas não serve o povo filipino", disse Cabardo. "Mesmo os soldados e a Polícia Nacional das Filipinas não estão lá para proteger e servir. Eles servem e protegem o status quo, o regime EUA-Duterte, o regime fantoche desse governo ".

Num dos dísticos lia-se "Trump fora - # Terrorista número 1!"

Milhares de polícias de choque bloquearam os manifestantes, que foram organizados, em parte, por um pequeno partido político de esquerda.

Era intenção do grupo chegar à embaixada americana e a outros lugares de passagem de Trump, que está em Manila para participar na Cimeira Anual da Associação das Nações do Sudeste de Ásia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG