Links de Acesso

Presidente da FESA em liberdade sob Termo de Identidade e de Residência


Ismael Diogo da Silva, presidente da Fundação Eduardo dos Santos (FESA)

Ismael Diego é investigado por crimes de burla por defraudação, corrupção activa e branqueamento de capitais

O presidente da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), Ismael Diogo, foi libertado na segunda-feira, 1, do Hospital-prisão de São Paulo, em Luanda, e encontra-se agora sujeito à medida de coação de “Termo de Identidade e de Residência”.

Presidente da FESA sai da cadeia para prisão domiciliária -1:23
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:23 0:00

Diogo estava sob prisão preventiva, decretada pela Procuradoria Geral da República (PGR) no dia 28 de Setembro, alegadamente, por não ter respondido às notificações daquele órgão.

O porta-voz dos Serviços dos Prisionais, Meneses Cassoma, disse à VOA que ele vai continuar a ser ouvido pelos órgãos de Justiça e não está afastada a possibilidade de vir a ser novamente encarcerado em caso de necessidade.

O presidente da Fundação Eduardo dos Santos esteve a ser ouvido na segunda-feira por operativos da Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP) da PGR, antes de ser solto, indicou a mesma fonte.​

Tribunal Provincial de Luanda
Tribunal Provincial de Luanda

Ismael Diogo está indiciado nos crimes de burla por defraudação, corrupção activa e branqueamento de capitais cometidos no Conselho Nacional de Carregadores (CNC), um órgão tutelado pelo Ministério dos Transportes.

Ismael Diogo estava preso na Cadeia de Viana onde está também preso o antigo sócio de José Filomeno dos Santos, José Bastos de Morais.

O processo de investigação em curso naquele órgão já levou à prisão o antigo ministro dos Transportes, Augusto Tomás e vários administradores do CNC.

Tomás foi afastado do seu cargo em Junho sem que na altura fossem dadas razões para o seu afastamento.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG