Links de Acesso

Malanje: Manifestantes vão a julgamento


Manifestantes contra governador de Malanje, Angola

Iniciou-se no tribunal da comarca de Malanje o julgamento de seis cidadãos detidos pela Polícia Nacional no dia 4 de Abril, na sequência da manifestação contra a governação do governador de Malanje, Norberto Fernandes dos Santos.

Manifestantesm em Julgamento em Malanje -2:54
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:32 0:00

As detenções ocorreram nas imediações do pavilhão arena palanca negra gigante nesta cidade, que segundo o comandante provincial da Polícia Nacional, comissário António José Bernardo, “não foi uma manifestação mas sim uma arruaça”.

O comandante disse que a manifestação foi maraca por Insultos, arremesso de objectos contra as entidades policiais e o apedrejamento de duas viaturas da Direcção da Educação e da Policia Nacional.

“Aquilo que assistimos no dia 4 (Abril) é uma arruaça e como tal os elementos que em princípio estavam à frente desta assuada e desta arruaça foram detidos, são moto-taxistas”, disse, acrescentando que “o número de pessoas que esteve lá a fazer arruaça são todos moto-taxistas”.

“Nós temos neste momento um número de 8 detidos e principalmente os mandantes”., disse

Contudo um dos familiares de um dos detidos de nome Jesse disse este não é mototaxista e foi encontrado em posse de mochila com cartazes de protestos contra o governador de Malanje exigindo melhoramento.

“Em principio Jesse não percebia o porquê da detenção, mas foi garantido por um agente de que era apenas por prevenção e depois seria solto em companhia dos demais”, descreveu a nossa fonte.

O coordenador da comissão instaladora da associação de Moto-taxistas de Malanje, Manuel Francisco Luís, garantiu à VOA que os jovens indiciados não constam da catalogação dos 850 filiados.

A CASA-CE a quem foi rejeitada uma visita de solidariedade na Sexta-feira, 6, garante apoiar os manifestantes.

“Nós a CASA-CE apresentamos o nosso apoio institucional para com as famílias, vamos acompanhar todos os passos que a justiça está a dar, estamos disponíveis para participarmos com o apoio, ou seja, o patrocínio judiciário”, disse.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG