Links de Acesso

Kwanza Sul: Reclusas devem ter apoio das suas famílias, diz governante


Directora provincial da Acção Social, Família e Promoção da Mulher promete apoio

A directora provincial da Acção Social, Família e Promoção da Mulher no Kwanza Sul, Conceição Neto, mostra-se preocupada com a rejeição a que reclusas são sujeitas pelos seus familiares após serem libertadas.

Neto falava durante uma visita à unidade prisional do Sumbe.

Apoio a mulheres presas no Kwanza Sul - 1:33
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:33 0:00

“Nos próximos dias nós iremos fazer um trabalho com as famílias porque vimos que um dos problemas que eles têm é de aceitação, é da reintegração no seio familiar,” disse.

“Muito familiares não estão preparados para receber os seus familiares ex-reclusos”, acrescentou a resonsável.

Conceição Neto afirmou que o seu departamento tem feito muito trabalho nesse sentido e também junto das reclusas.

“É uma luta contínua porque estamos diante de situações desastrosas”, sublinhou, apontando a violência doméstica como uma das razões do crime.

Entretanto, Neto mostrou-se satisfeita pelo facto de num universo de mais de 1500 reclusos da cadeia do Sumbe, ter registado apenas 15 mulheres e pediu que não desanimem pelo facto de estarem presas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG