Links de Acesso

Huíla: Autoridades prometem "mão pesada" contra especuladores de preços

  • VOA Português

Lubango

Com o aproximar do Natal preços de produtos básicos aumentam e consumidores pedem intervenção

A subida dos preços da cesta básica na Huíla está a provocar queixas dos consumidores de rendimento baixo, mas as autoridades dizem que irão agir “com mão pesada” contra aqueles que violarem as leis de preços.

Natal resulta em aumento de preços na Huíla - 1:49
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:49 0:00

Em poucos dias, alguns estabelecimentos comerciais subiram o preço de produtos como arroz e óleo.

A situação preocupa os consumidores que pedem a intervenção do Governo.

«Antes, os preços estavam um pouco mais acessíveis, mas agora estamos a ver que a quadra festiva se aproxima e os preços estão a subir muito”, disse Teresa Ngueve, acrescentanto que "uma mãe com muitos filhos não pode fazer umas compras".

Isabel António, que depende da venda ambulante para sobreviver, diz que está difícil obter o essencial para a quadra festiva com a alta dos preços.

«Nós que não temos empregos dependemos daqui da rua como é que fica esta situação? Não comecei ainda a preparar por causa das coisas que estão muito elevadas. Não vamos conseguir», disse.

José Miguel, por seu lado, afirma que a especulação actual de preços contraria o alegado controlo por parte do Governo sobre o mercado amplamente divulgado nos mídia.

«Estamos a ouvir na mídia que não haverá especulação de preços em Dezembro, que está tudo controlado, mas a realidade é outra coisa os preços subiram», reclamou.

Uma comissão multissectorial para inspecionar a especulação de preços foi criada na província.

O director provincial do comércio, Fernando Calola, promete mão pesada para os infractores.

«É do conhecimento que a nossa infração nunca parou”, sublinhou, garantindo que os infractores serão encaminhados à justiça.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG