Links de Acesso

Grã-Bretanha: Reduz a liderança de May nas pesquisas após ataque de Manchester


Theresa May

Quatro pesquisas publicadas no sábado mostraram que a liderança de May diminuiu entre dois a seis pontos percentuais.

A liderança da primeira-ministra britânica, Theresa May, sobre o opositor do Partido Trabalhista diminuiu acentuadamente, indicam pesquisas de opinião publicadas desde o ataque de Manchester, sugerindo que ela pode não vencer com uma grande vantagem como previsto há apenas um mês.

Quatro pesquisas publicadas no sábado mostraram que a liderança de May diminuiu entre dois a seis pontos percentuais, indicando que as eleições de 8 de junho podem ser muito mais apertadas do que se pensava inicialmente quando ela convocou as eleições.

"Theresa May é certamente a favorita para ganhar, mas crucialmente estamos no território agora de incerteza sobre a vantagem que ela terá", disse John Curtice, professor de política da Universidade de Strathclyde, à Reuters.

"Não está mais garantido que ela vai obter a grande vantagem que originalmente se preparava para obter", disse Curtice, presidente do Conselho Britânico de Votação.

May convocou as eleições na tentativa de fortalecer a sua posição nas negociações sobre a saída da Grã-Bretanha da União Europeia, para ganhar mais tempo para lidar com o impacto da saída e para fortalecer o seu controle sobre o Partido Conservador.

Mas se ela não superar a maioria de 12 assentos que o seu predecessor David Cameron conseguiu, em 2015, o seu jogo eleitoral terá falhado e sua autoridade poderá ser prejudicada no momento em que ela dá início às negociações formais do Brexit.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG