Links de Acesso

Theresa May vai manifestar revolta a Trump pela fuga de informações

  • Redacção VOA

Primeira-ministra britânica, Theresa May

Polícia de Manchester deixou de partilhar informações com os EUA depois de imagens e dados das investigações terem sido divulgados por jornal americano

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, diz que vai manifestar a sua revolta nesta quinta-feira, 25, ao Presidente dos Estados Unidos pela fuga de informações de inteligências por parte dos serviços americanos sobre o atentado de Manchester.

A conversa deve acontecer durante o a cimeira dos lideres da NATO em Bruxelas.

A BBC informou que a polícia de Manchester deixou de compartilhar informações com as autoridades dos Estados Unidos após fugas para a imprensa de informações sigilosas.

Na quarta-feira (24), o jornal New York Times divulgou imagens do local do ataque, que deixou 22 mortos e 64 feridos, entre eles várias crianças, que provocou um grande mal-estar nas autoridades britânicas.

O Conselho Nacional de Chefes de Polícia do Reino Unido considerou, em declarações divulgadas hoje pela imprensa local, que "prejudicam as investigações, a confiança das vítimas, dos testemunhas e seus familiares".

O Reino Unido continua em alerta crítico para atentados.

O nível de ameaça foi elevado ao seu nível mais alto pela primeira vez em 10 anos por causa do atentado em Manchester.

Oito pessoas já foram presas por suspeita de relação com o ataque.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG