Links de Acesso

Fundo Soberano investe mais de quatro milhões de dólares em Malanje

  • Isaías Soares

Maquete da Fazenda Pedras Negras

Administrador municipal revela que Fazenda Pedras Negras possui condições para alimentar Angola

O Fundo Soberano Angolano (FS) disponibilizou quatro milhões e 200 mil dólares americanos para a a produção de alimentos desde o ano passado na Fazenda Pedras Negras, em Malanje.

A recuperação da maquinaria e aquisição de imputes são as prioridades do financiamento para a preparação de 5 mil hectares para o cultivo de milho, massambala e soja no perímetro gerido pela empresa de direito angolana Quantum Global Group.

“Neste momento investimos 4.2 milhões de dólares, quando nós entramos na fazenda fizemos recuperações de equipamentos que não estavam em funcionamento, nisso nós conseguimos recuperar 12 bulldozer e esperamos recuperar os outros equipamentos que nós encontramos para um melhor trabalho da fazenda”, afirma a responsável para área de relações públicas, Reginalda Pedro.

O Fundo Soberano de Angola dispõe de 250 milhões do valor geral para financiamento das Fazenda Pedras Negras de Malanje e outras das províncias, como o Uíge, Cunene, Bié, Zaire e Cuando Cubando.

Até ao fim da safra que termina em breve ao nível do país, poderão ser colhidas 20 mil toneladas.

Centenas de jovens e adultos sustentam famílias vendendo pedras em Malanje

O administrador municipal, Caetano da Rita Tinta revela que a Fazenda Pedras Negras ocupa uma área de 13 mil hectares no Pólo Agro-Industrial de Capanda, município de Cacuso e possui condições para alimentar todo o país.

“Cacuso é um município que tem tudo para que as pessoas possam investir sem grandes constrangimentos, me refiro a espaços para o investimento, temos energia, temos água, então, é só ver que para ele é bem-vindo os possíveis investidores que venham para o município de Cacuso e ver que a porta está abertas”, sublinha Tinta..

No Pólo Agro-industrial de Capanda estão em funcionamento a Fazenda Pungo-A-Ndongo, a Companhia de Bioenergia de Angola e outras empresas âncoras, no âmbito do programa de fomento do agro-negócio do Governo angolano.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG