Links de Acesso

França: Líderes europeus preparam-se para lidar com Trump na Cimeira do G7


Presidente Donald Trump e a Primeira-Dama, Melania Trump, Biarritz, France, 24 de Agosto.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, falando antes da Cimeira do Grupo dos Sete (G-7), na França, disse que o ano passado mostrou que "é cada vez mais difícil encontrarmos uma linguagem comum".

O G-7, grupo das principais nações industrializadas do mundo, pode ter dificuldade em encontrar uma linguagem comum, mas Tuskteve palavras suficientes para abordar as questões que os membros enfrentam.

Ele disse que o grupo sob nenhuma condição concordaria com a proposta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de trazer a Rússia de volta ao G-7.

Tusk também disse que o bloco não vai cooperar com a Grã-Bretanha no tocante a saída da União Europeia sem acordo.

"Estamos dispostos a ouvir ideias que sejam operacionais, realistas e aceitáveis para todos os estados membros da União Europeia", disse.

Ele alertou ao G-7 que as guerras comerciais levarão à "confiança enfraquecida" entre elas.

O bloco G-7 realiza a sua reunião até segunda-feira, em Biarritz, uma cidade costeira francesa famosa pelo seu surfe de classe mundial.

Os líderes do G-7 não terão apenas que lidar com as questões económicas mais urgentes, mas também com o temperamento de um presidente dos EUA conhecido por sua visão antiglobalização e postura combativa contra os aliados.

Trump chegou à França, mas apesar de dizer que espera ter conversas "muito produtivas" com os seus colegas líderes mundiais, ao deixar a Casa Branca, na sexta-feira, ele ameaçou impor tarifas ao vinho da França se este país cobrar imposto às empresas americanas de tecnologia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG