Links de Acesso

EUA advertem seus cidadãos a evitar deslocações à Cabo Delgado


Praça na vila de Palma, Cabo Delgado, Moçambique

Os Estados Unidos voltam a advertir os americanos a evitar deslocações a Cabo Delgado, província do norte de Moçambique, que desde 2017 é alvo de ataques armados.

Na quarta-feira, 27 de Novembro, a missão diplomática americana emitiu uma nota na qual diz aos americanos para tomarem precaução na deslocação àquela província.

A nota diz que a precaução é “devido a ameaças de ataque, sequestro e outras formas de ataque violento”, em particular nos distritos da Mocímboa da Praia, Nangade, Palma, Macomia, Ibo, Ancuabe e Quissanga.

As medidas sugeridas incluem “evitar a zona, prestar atenção ao que acontece ao redor, ter mais cuidado a caminhar ou conduzir a noite e rever os planos de segurança pessoal”.

Os Estados Unidos estão envolvidos em projectos da indústria extractiva em Cabo Delgado.

Esta nova advertência surge numa altura em que mais ataques são registados na província, apesar de promessas do governo de Maputo de eliminar a insurgência.

A imprensa de Maputo reporta que o último ataque foi, na quarta-feira, 27, em Nangade, no qual foram incendiadas cinco viaturas e casas.

Mais de 350 pessoas foram mortas desde o início de ataques em Outubro de 2017.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG