Links de Acesso

Combates entre exército moçambicano e insurgentes intensificam-se


Governo de Moçambique diz ter morto "vários malfeitores"

As Forças de Defesa e Segurança (FDS) de Moçambique abateram nos últimos dias um “número considerável de malfeitores” na região de Mbau, entre os rios Messalo e Muera, no distrito de Mocímboa da Praia, província de Cabo Delgado.

A confirmação está em dois comunicados do Ministério da Defesa divulgados na segunda-feira e nesta quarta-feira, 9.

Entretanto, no sábado, testemunhas citadas pela agência France Press revelaram que o exército teria morto nove rebeldes.

A operação foi levada a cabo contra uma base dos rebeldes perto da aldeia de Mitope, a cerca de 400 quilómetros da cidade de Pemba.

Um fonte oficial local não identificada revelou àquela agência que um cidadão russo que fazia parte da operação foi morto.

Há algumas semanas, várias fontes noticiaram a chegada a Cabo Delgado de militares russos que trabalham com uma empresa privada, pertencente a uma pessoa considerada próxima do Presidente Vladimir Putin.

A Embaixada da Rússia negou ter forças militares em Moçambique e o Governo de Maputo não se pronunciou sobre o caso.

O Executivo apenas se referiu à chegada de equipamentos militares russos para ajudar as FDS em Cabo Delgado.

Leia também:

Há ou não jihadistas em Cabo Delgado? É preciso investigar mais, adverte a professora Liazzat Bonate

Extremismo religioso ou extrema pobreza - que motivações têm os ataques de Cabo Delgado?
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:35 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG