Links de Acesso

Estudantes cabo-verdianos matriculados em escolas de Portugal dizem que estão a ter problemas para retirar o visto

  • Danielle Stescki

Vários estudantes cabo-verdianos matriculados em Portugal em escolas profissionais, como a Agostinho Roseta e a do Fundão, ou em institutos politécnicos, como o da Guarda, Castelo Branco e Cávado e do Ave, estão a enfrentar problemas para conseguir o visto no consulado português em Cabo Verde.

O problema começou esse ano, segundo o presidente da Associação Maense em Portugal, Lito Spencer.

“No ano passado 21 estudantes deram entrada no pedido de visto e só um foi rejeitado, mas esse ano conseguimos 86 vagas e até hoje somente sete chegaram a Portugal para começar os cursos profissionais.”

Spencer explicou que a Embaixada de Portugal em Cabo Verde está a exigir que o estudante matriculado numa escola profissional prove que tem capacidade financeira para cobrir um gasto mensal de 350 euros, mesmo se tiver enviado com a sua documentação para o pedido do visto uma declaração da escola profissional informando que a instituição assegura alimentação do formando, bem como o subsídio de alojamento e a isenção de pagamento de propinas.

“Nós temos conciência plena das regras, e os jovens têm que cumprir todas as regras, mas no nosso ver há uma rigidez e até um exagero na aplicação da regra”.

Spencer afirma que as escolas portuguesas confiam no trabalho sério e honesto da Associação Maense e reservam vagas para os estudantes cabo-verdianos.

“E agora o que está a acontecer é que estamos em novembro e as salas estão praticamente vazias”.

O presidente da associação conta que em alguns cursos onde esses estudantes já estavam matriculados as salas de aulas estão praticamente vazias com apenas 5 a 7 estudantes.

“As escolas contavam com os estudantes cabo-verdianos matriculados, os quais têm vaga garantida e ainda não chegaram. Para mim, é um absurdo o que o atual cônsul está a fazer.”

As aulas iniciaram em Portugal no dia 1 de setembro e o que está a acontecer "é que já passamos da metade do més de novembro e o consulado português em Cabo Verde continua ainda a emitir vistos," conta Spencer.

“Para que vistos agora? A embaixada deveria pôr um ponto final e dizer meus meninos, para este ano não há mais vistos de estudante”.

Spencer alerta que a emissão de vistos para um jovem ir estudar a partir do dia 15 de outubro significa que esse estudante terá uma alta probabilidade de reprovação.

“Os pais vão gastar uma média entre 2800 a 3600 euros por ano para um filho ser reprovado. Porque neste exato momento começaram as avaliações, e o jovem que chegou ontem o que ele fará num teste?”

Lito Spencer espera que o cônsul português em Cabo Verde não seja muito rígido com os requisitos para a retirada do visto dos estudantes, principalmente quando as escolas profissionais se responsabilizarem pela alimentação, alojamento e material escolar.

Spencer explica que a Asociaçãoo Maense, da qual é presidente, é uma organização sem fins lucrativos sediada em Portugal, e que promove diversas atividades nas áreas de cultura, recreação, desporto e educação.

Numa assembleia geral em 2014 foi feito um desafio aos próprios membros para que se começasse a procurar contactos com instituições de ensino em Portugal para estabelecer parcerias.

O resultado do desafio veio logo no primeiro trimestre de 2014 quando a associação conseguiu negociar e assinar protocolos de colaboração com o Instituto Poiltécnico da Guarda, a Escola Profissional de Paços de Brandão e com o Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

Os protocolos variam de acordo com a instituição. Por exemplo, no caso dos jovens que vão a Portugal estudar em cursos profissionais eles têm alimentação, alojamento e material escolar, tudo garantido pela escola.

Os protocolos assinados com as instituições que oferecem licenciaturas e mestrados permitem uma redução no pagamento de propinas de 20%, 30% ou de até 50% dependendo da instituição de ensino.

Para saber mais, confira a entrevista com o presidente da Associação Maense, Lito Spencer.

Entrevista com Lito Spencer
please wait

No media source currently available

0:00 0:09:15 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG