Links de Acesso

Enfermeiros de Luanda ameaçam com greve


Sindicato diz que enfermeiros têm sido alvo de ameaças após terem suspendido consultas e prescrições médicas

O Sindicato dos Enfermeiros de Luanda reúne-se nesta sexta-feira, 8, para analisar as denúncias sobre supostas perseguições e ameaças a profissionais que suspenderam a colaboração nas consultas e nas prescrições médicas por falta de pagamento dos subsídios correspondentes.

O secretário adjunto dos sindicato, Afonso Kileba, disse que a organização convocou a plenária sindical para analisar o actual clima e tomar as medidas legais que se impõem.

Enfermeiros de Luanda dizem estar a ser ameaçados - 1:39
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:39 0:00

Kileba acrescentou que as ameaças estão ser proferidas de forma sistemática por responsáveis de algumas unidades sanitárias, sendo o município de Viana onde mais se fazem sentir.

Os enfermeiros de Luanda deixaram de colaborar com os médicos, desde há algum tempo, em algumas consultas em protesto contra a falta de pagamento dos subsídios acordados.

Durante uma reunião alargada realizada na última semana, a Delegação de Saúde não conseguiu demover os profissionais da sua decisão.

Ainda assim, a responsável da Saúde de Luanda, Rosa Bessa, diz que o diálogo vai continuar a ser a única via para se resolver as reivindicações dos enfermeiros.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG