Links de Acesso

Angola: Empresas de transportes marcam greve para dia 11


Nova greve à vista em Luanda

Queixam-se da falta de condições que levam ao despendimento de muitos trabalhadores

O secretariado executivo do Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Rodoviários e afins de Luanda, (Sttral) poderá decretar uma greve geral a partir do dia 11 por falta de condições de trabalho.

Transportes angolanos poderã entrar em greve -2:46
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:46 0:00

Oito meses sem pagamento das subvenções, falta de aumento das tarifas dos preços dos bilhetes de passagens há mais de 13 anos, ausência de faixas de rodagem só para autocarros e falta de divisas para a aquisição de peças para as viaturas são alguns dos problemas que afectam o sector e que têm levado ao despedimento de muitos funcionários das empresas de transportes e concessionárias.

“São várias preocupações que em suma levam ao despedimento dos trabalhadores das empresas de transportes públicos e concessionárias e por isso convocamos a greve para o dia 11 deste mês”, revelou o sindicalista.

“Escrevemos ao senhor Presidente da República, aos ministros das Finanças e dos Transportes, ao Governo de Luanda, mas nenhum deles respondeu”, assegurou Cunha que marcou uma conferência de imprensa para a quarta-feira, 6, para falar sobre o assunto.

Até agora, aderiram à greve os trabalhadores das empresas Macon, Tura, SGO, TCUL-EP, Angoaustral, Angoreal e as concecionárias TDA-Nissan e Toyota de Angola.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG