Links de Acesso

Donald Trump promete atingir 52 alvos iranianos se o Irão retaliar ataque que matou Q. Soleimani


Presidente Donald Trump a sair do Marine One no Aeroporto Executivo de Miami a 3 de Janeiro 2020. (Foto: Reuters)

O Presidente americano, Donald Trump, ameaçou neste sábado, 4 de Janeiro, atingir "duramente" 52 alvos iranianos se o Irão atacar americanos ou interesses americanos, depois do ataque aéreo com um drone que matou o Major General iraniano Qassem Soleimani e um líder da milícia iraquiana.

Sem mostrar sinais de querer aliviar as tensões criadas pelo ataque aéreo que ele ordenou para matar Soleimani e o líder da milícia iraquiana apoiada pelo Irão, Abu Mahdi al-Muhandis, no aeroporto de Bagdade, na sexta-feira, dia 3, Trump lançou a ameaça no Twitter.

O ataque levou milhares de pessoas a marcharem em homenagem aos dois homens e aumentou o espectro de conflitos mais amplos no Médio Oriente.

O Irão, escreveu Trump, “está a falar com muita coragem sobre atingir certos interesses americanos” por vingança pela morte de Soleimani. Trump disse que os Estados Unidos tem “52 alvos iranianos” e que alguns são “de alto nível e muito importantes para o Irão e para a cultura iraniana e esses alvos e o próprio Irão VÃO SER ATINGIDOS MUITO RAPIDAMENTE E MUITO DURAMENTE.”

“Os EUA não querem mais ameaças!” disse Trump, acrescentando que os 52 alvos representam os 52 americanos que foram feitos reféns no Irão por 444 dias depois de terem sido detidos na Embaixada americana em Teerão em Novembro de 1979 - um ponto sensível de longa data nas relações EUA/ Irão.

Reuters

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG