Links de Acesso

Cidadãos lamentam situação no Lubango

  • Teodoro Albano

Lubango

Cidade celebra 94 aniversário. "Não há alegria nas ruas", diz vigário da Sé Catedral.

Lubango assinalou nesta Quarta-feira 31, 94 anos de ascensão a categoria de cidade.

A 31 de Maio de 1923 chegava a antiga Sá da Bandeira o primeiro comboio de passageiros e mercadorias, data que marcou a passagem da então vila para cidade do Lubango.

Noventa e quatro anos depois, o deficiente saneamento básico, a existência de buracos um pouco por todas as principais vias de acesso e a fraca oferta de serviços sociais básicos de água e luz eléctrica denunciam as dificuldades do município.

Concebido para cerca de cinquenta a sessenta mil habitantes, Lubango está hoje entre as cidades mais habitadas do país e sua população ascende as 700 mil pessoas.

Cidadãos entrevistados pela Voz da América queixaram-se do estado da cidade e um deles recordou que pouco após a indepência Lubango era “uma cidade agradável e bonita”

O vigário da Sé Catedral do Lubango, Jonas Pacheco Simão, disse que “as pessoas estão desmotivadas”.

“Basta ver nas ruas da cidade que não há alegria”, acrescentou

Muitas obras de requalificação iniciadas no último ano e meio ficaram suspensas por conta da crise.

Empresas de limpeza e saneamento viram os contratos a ficarem pelo papel porque o Estado deixou de honrar os seus compromissos.

O administrador municipal do Lubango, Francisco Leonardo, ciente das dificuldades apela que os munícipes se unam em defesa da cidade.

“Continuarmos a defender a nossa cidade o nosso município para que realmente seja um município cada vez mais acolhedor, limpo e que possa satisfazer todos que o visitam”, afirmou

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG