Links de Acesso

CAN 2021: Cabo Verde sem treinador prepara jogo contra a Etiópia no domingo


Jogadores provenientes de 13 países integram os Tubarões Azuis que querem pelo menos passar à segunda fase do campeonato

Sem o seu treinador, retido por estar infectado com a Covid-19, a selecçao de Cabo Verde está a ultimar os seus preparativos par ao jogo de domingo, 9, contra a Etiópia no primeiro dia da Copa de África das Nações (CAN), que vai decorrer nos Camarões.

Os “Tubarões Azuis” já efectuaram dois treinos nos Camarões sob orientação treinador-adjunto Humberto Bettencourt, já que o seleccionador Pedro Brito - Bubista recupera em Cabo Verde.

Nos treinos participaram os futebolistas Marcio da Rosa, Keven Ramos, Roberto Lopes, Steven Fortes, Stopira, Delmiro Nasimento, Diney Borges, Dylan Tavares, Jeffry Fortes, Steve Furtado, Jamiro Monteiro, Kenny Rocha, Nuno Borges, Patrick Andrade, Garry Rodrigues, Willy Semedo e Gilson Tavares.

Cabo Verde está integrado no Grupo A da CAN-2021, juntamente com Etiópia, Burkina Faso e os anfitriões Camarões.

Cabo Verde no CAN – 3:10
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:10 0:00

Trata-se da terceira presença dos "Tubarões Azuis" nome como é conhecido o combinado de futebol cabo-verdiano na fase final da maior competição africana a nível de selecções, uma vez que fez a estreia na CAN da África do Sul -2013, na qual chegou aos quartos de final, depois na prova realizada na Guiné Equatorial, em 2015, e agora nos Camarões em 2022.

Para a competição deste ano, o seleccionador treinador Pedro Brito "Bubista" convocou 28 jogadores, sendo apenas um residente nas ilhas e os restantes a evoluíremos nos campeonatos de Portugal, Estados Unidos da América, França, Turquia, Chipre, Países Baixos, Bélgica, Bulgária, Suíça, Noruega, Arábia Saudita e Azerbaijão .

Dos futebolistas escolhidos, os capitães Marco Soares e Ryan Mendes, Júlio Tavares, Stopira e o guarda redes Vozinha já estiveram em edições anteriores da CAN, enquanto os restantes fazem a estreia com as cores de Cabo Verde na maior montra do futebol continental.

A equipa fez toda a preparação na cidade Praia, já que teve de cancelar um estágio nos Marrocos onde tinha programado dois particulares com a selecção local e da Tunísia, cancelados devido a casos de infecção da Covid-19 e que levou o Governo marroquino a suspender jogos no seu território.

O capitão, um dos jogadores mais experientes da Selecção, Marco Soares, encara com muita satisfação o regresso à maior competição africana de futebol.

Tal como aconteceu nas participações anteriores, Soares espera que o povo cabo-verdiano "dentro e fora do país esteja sempre a torcer e enviar pensamento e mensagem positivas ao grupo de trabalho".

Apesar das exigências da competição e o nível das equipas participantes, o treinador Bubista afirma que Cabo Verde parte "com determinação para atingir a segunda fase do torneio".

Os jogos da selecção de Cabo Verde na CAN terão relato na Rádio de Cabo Verde e transmissão na televisão pública.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG