Links de Acesso

Cabo Verde: Diáspora angolana acompanha as eleições

  • Eugénio Teixeira

José Maria Neves chefia observadores da União Africana

"Espero que as eleições decorram no clima de tranquilidade", José Kuansa, angolano radicado em Cabo Verde.

Apesar de estarem longe e não poder votar, alguns angolanos e cabo-verdianos que viveram em Angola, acompanham com muita atenção as eleições da próxima quarta-feira, 23 do corrente.

Neste momento de virada, tendo em contra a saída de José Eduardo dos Santos, na presidência desde 1979, os entrevistados da VOA esperam que estejam criadas condições para que os cidadãos possam exercer o seu direito de votar livremente.

“Espero que as eleições decorram no clima de tranquilidade, que o povo faça a escolha de forma livre, e que os futuros governantes e outros dirigentes políticos trabalhem para melhorar as condições de vida de todos os angolanos, ” diz José Kuansa.

Kuansa é um dos angolanos que vivem há vários anos no arquipélago, mas sempre está atentos ao que acontece na terra natal.

Francisco Duarte, nasceu em Cabo Verde, mas viveu algum tempo de Angola, por isso deseja que o processo eleitoral decorra sem sobressaltos e faz votos que os futuros governantes se comprometam com a preservação da paz e trabalhem para o desenvolvimento do país, de todos os angolanos”.

Acompanhe a reportagem:

As eleições angolanas serão nesta quarta-feira, dia 23.

Refira-se o antigo presidente, Pedro Pires, vai acompanhar as eleições a convite do presidente cessante José Eduardo dos Santos, enquanto o ex- primeiro-ministro, José Maria Neves, chefia a delegação de observadores da União Africana.

O PAICV está representado pelos vice-presidentes, Rui Semedo e João Baptista Pereira.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG