Links de Acesso

Oposição dá ultimato à CNE em Angola

  • Manuel José

Comissão Nacional Eleitoral Angola

UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA apresenta seis questões que querem ver resolvidas

Os partidos da oposição em Angola ameaçam manifestar-se ou tomar outras medidas caso a Comissão Nacional de Eleições (CNE) não corrija o que consideram irregularidades graves do processo eleitoral.

UNITA, CASA-CE, PRS e FNLA consideram que a CNE está a cometer inúmeras irregularidades que podem manchar a lisura do pleito eleitoral de quarta-feira.

Seis questões foram apontadas pela oposição como sendo fracturantes para as eleições, que diz acreditar que a CNE ainda vai a tempo de corrigir.

"Gostaria que se concentrassem nas duas questões essenciais tratadas aqui: A CNE não está a credenciar os delegados de lista dos partidos, segundo a transmissão dos resultados deve ser em obediência a lei, mas a CNE está a instruir as empresas com solução tecnológica para outro sentido", diz Adalberto da Costa Júnior, da UNITA.

Caso estas irregularidades não sejam sanadas até esta segunda-feira, 21, aqueles partidos dizem ter“legitimidade de tomar medidas”, desde manifestações a abandonar as eleições, segundo o vice-presidente da CASA-CE, André “Miau” Mendes de Carvalho.

Outra denúncia dos partidos da oposição é a movimentação de tropas pelo país.

"A quantidade de militares que estão em movimento é muito grande e há suspeita de que muitos militares de um lado “, denunciou Mendes de Carvalho.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG