Links de Acesso

Bornito de Sousa evacuado para Espanha

  • Coque Mukuta

Bornito de Sousa (esq) com João Lourenço, candidatos à vice-presidência e presidência respectivamente pelo MPLA nas eleições de 23 Agosto em Angola

Candidato do MPLA à vice presidência terá sofrido um Acidente Vascular Cerebral.

O político e candidato a vice-presidente da República de Angola pela lista do MPLA, para as eleições de 23 de Agosto, Bornito de Sousa Baltazar Diogo, foi evacuado esta quinta-feira, 3, para Espanha, após um Acidente Vascular Cerebral, confirmaram fontes da Voz da América.

O incidente deu-se após uma intensa actividade partidária em Ndalatando província da Cuanza Norte.

Segundo as nossas fontes o candidato à vice-presidência foi levado para a Clínica Multiperfil e, após cuidados médicos esta quinta-feira, o antigo ministro da Administração do Território foi evacuado para uma clínica em Espanha.

Desconhece-se para já se a doença vai impedir Bornito de Susa de continuar como candidato à vice-presidência.

Em alguns círculos do MPLA fala-se da possibilidade de substituir Bornito de Sousa mas não foram avançados quaisquer nomes.

Bornito de Sousa ocupava o cargo de ministro da Administração do Território até ser nomeado candidato a Vice-Presidente da República pelo MPLA às Eleições Gerais de 2017.

Nasceu no município do Quéssua, província de Malanje, a 23 de Julho de 1953.

Casado com Maria José Rodrigues Ferreira Diogo, Bornito de Sousa é jurista e pai de quatro filhas, tendo iniciado a sua carreira política como 1º secretário nacional da JMPLA, organização juvenil do MPLA.

Posteriormente, foi eleito deputado, tendo exercido as funções de presidente do Grupo Parlamentar do MPLA, presidente da Comissão de Relações Exteriores da Assembleia Nacional e presidente da Comissão de Assuntos Jurídicos, Regimento e Mandatos do Parlamento.

Desempenhou ainda os cargos de presidente da Comissão Constitucional da Assembleia Nacional, que elaborou a actual Constituição da República de Angola, e de vice-presidente da Assembleia Parlamentar Paritária ACP-UE.

Nomeado ministro da Administração do Território em Fevereiro de 2010, foi reconduzido no cargo em 1 de Outubro de 2012, à luz dos resultados eleitorais saídos das Eleições Gerais do mesmo ano.

Advogado suspenso por incompatibilidade de funções, Bornito de Sousa é docente da cadeira de Ciência Política e Direito Constitucional.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG