Links de Acesso

Theresa May aponta o dedo à Rússia por ataque contra espião em cidade inglesa.


Theresa May deixa a residência oficial a caminho do Parlamento

Theresa May diz que o agente neuro-toxico usado no ataque é fabricado pela Rússia

A primeira-ministra britânica Theresa May disse no parlamento que o ataque ao duplo espião russo em Salisbury na Inglaterra foi levado a cabo com um tipo de agente neurotóxico fabricado na Rússia.

May disse que a única conclusão a tirar é que "ou o governo russo foi responsável ou então perdeu o controlo sobre" esse tipo de arma quimica.

Para a primeira ministra britânica é "altamente provável" que a Rússia é responsavel pelo ataque que segundo disse foi levado a cabo por um agente neurotóxico do tipo Novichokm

O ministro dos negócios estangeiros britânico convocou o embaixador russo para "explicar qual destas possibildiades" ocorreu e deu um prazo até Quarta-feira para Moscovo explicar o que aconteceu.

Sergei Skripal
Sergei Skripal

A Rússia respondeu já as acusaçoes descrevendo-as como "um espectaculo de circo" e uma "provocação"

A embaixada Russa em Londres tinha já acusado o governo britânico de fazer “um jogo perigoso” por nada fazer para minimizar especulação ligando o ataque às autoridades russas.

Também hoje, 12 de Março, o Presidente russo Vladimir Putintinha afirmado que cabia á Grã Bretanha clarificar o que se tinha passado antes da Rússia fazer qualquer declaração sobre isso.

O líder do partido trabalhista, na oposição, respondeu a Theresa May a pedir que algo semelhante não volte a acontecer.

Antes da chefe do governo falar , a polícia tinha anunciado a hospitalização de duas pessoas, por precaução, após a descoberta de um pacote suspeito num dos edifícios do parlamento britânico.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG