Links de Acesso

Antigos reclusos reintegrados numa fazenda em Malanje


Fazenda tenta ressocializar antigos reclusos

Antigos reclusos de estabelecimentos penitenciários angolanos encontram o primeiro emprego na Fazenda Viveiro do Futuro, na província de Malanje, que criou um projecto de reintegração para os antigos presos.

O projecto funciona há cerca de três anos no Muquixe, município de Mucari, e por lá já passaram mais de uma dezena de ex-presidiários das cadeias da província.

Presos reintegrados em fazenda de Malanje - 1:59
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:59 0:00

Rodrigues Lucas esteve preso por 10 anos e agora refaz a vida para voltar ao convívio familiar e disse ter sido bem recebido pela entidade patronal.

João Ngunga vê a agricultura como única alternativa para garantir o sustento da família depois de vários anos como presidiário.

“Estou aqui há seis meses, ganho 20 mil kwanzas e estou a sustentar a minha família”, disse, reconhecendo “estar a gostar muito" do trabalho que estou a fazer.

A fazenda Viveiro do Futuro recebeu este ano cinco ex-reclusos com dificuldades de integração noutras paragens de Angola, entre os quais António Bango, de 52 anos de idade.

“Estou a gostar, ganho 20 mil kwanzas, tenho duas filhas que estão na cidade”, afirmou.

António Justino, da fazenda Viveiro do Futuro, disse que pretende continuar a aceitar antigos reclusos.

Antonio Justino
Antonio Justino

“Estamos com cinco trabalhadores ex-presidiários, ex-militares, e recebi-os aqui na fazenda”, afirma Justino, para quem esta oportunidade é para os "ressocializar e que não voltem a cometer crimes”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG