Links de Acesso

PR pede medidas urgentes ao novo Governo da Guiné-Bissau

  • Redacção VOA

José Mário Vaz, Presidente da Guiné-Bissau

José Mário Vaz, Presidente da Guiné-Bissau

Primeiro-ministro promete restaurar a autoridade do Estado.

O Presidente guineense pediu ao novo Governo que prepare um “cabaz de medidas urgentes" para "concretizar a esperança do povo", apesar de reconhecer o curto prazo até o fim da legislatura.

A salvação da campanha do cajú, a produção de arroz e o fornecimento de peixe às populações, água potável, energia eléctrica, melhor educação, serviços de saúde e infraestruturas sociais devem ser, segundo José Mário Vaz, prioridades do Executivo liderado por Baciro Djá, empossado nesta quinta-feira, 2.

Na ocasião, Vaz instou a comunidade internacional a apoiar o novo Governo na materialização desses objectivos através de ajudas técnicas ou financeiras.

Por sua vez, Baciro Djá prometeu “restaurar a autoridade do Estado” e colocar um fim na crise política no país.

O Executivo é constituído por 31 membros, na maioria do PRS, segundo partido mais votado nas eleições de 2014 e convidado pelo Presidente da República para formar o Governo, o quarto desde Agosto de 2015.

O PAIGC, partido vencedor das eleições, continua a não reconhecer o Governo e os membros do Executivo demitido continuam barricados no Palácio.

XS
SM
MD
LG