Links de Acesso

Parlamentares da África Ocidental tentam mediar crise na Guiné-Bissau

  • Redacção VOA

Crianças brincam num monumento de Bissau, capital da Guiné-Bissau.

Crianças brincam num monumento de Bissau, capital da Guiné-Bissau.

Uma missão do Comité Inter-parlamentar para a Paz e Prevenção de Crise na África Ocidental chegou este domingo, 29, a Bissau para tentar mediar o impasse político na Guiné-Bissau.

"Amamos este país, amamos o seu povo e conhecemos muito bem as autoridades. Chegámos aqui e fomos bem recebidos e esperamos que Deus nos ajude a realizar um bom trabalho", afirmou Lancine Dossa, chefe da missão que, nesta segunda-feira, 30, encontra-se com a mesa da Assembleia Nacional Popular, partidos políticos com assento no Parlamento, Liga dos Direitos Humanos e organizações representativas das mulheres e da juventude.

Na terça-feira, os mediadores encontra-se com o Supremo Tribunal de Justiça, representantes da ONU e da União Europeia e o Presidente guineense, José Mário Vaz.

Na sexta-feira, 27, o Presidente da Guiné-Bissau Jose Mário Vaz deu posse a Baciro Dja como novo primeiro-ministro, nove meses depois de o mesmo ter sido obrigado a renunciar ao cargo por imposição do Supremo Tribunal de Justiça.

Entretanto, os membros do Executivo demitido encontram-se no Palácio do Governo e dizem que não vão sair de lá por não reconhecerem o novo primeiro-ministro.

XS
SM
MD
LG