Links de Acesso

Malanje: Governantes inauguram projectos sociais em época de campanha eleitoral


Governador Boaventura Sousa Cardoso (VOA/Isaías Soares - foto de arquivo)

Governador Boaventura Sousa Cardoso (VOA/Isaías Soares - foto de arquivo)

Inaugurações em vésperas das eleições em Malanje são última oportunidade para convencer hesitantes

Em vésperas das eleições gerais em Angola o ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Afonso Pedro, e o governador local, Boaventura da Silva Cardoso inauguraram a fazenda Pedras Negras, localizada na comuna do Pungo – Andongo, município de Cacuso, a pouco mais de 80 quilómetros a sudoeste da província de Malanje.

A infra-estrutura erguida pela construtora chinesa CITIC Constrution e de gestão da GESTERRA, Sociedade Anónima com ramificações no ministério da Agricultura poderá produzir em 1 ano mais de trinta mil toneladas de milho, feijão e soja.

O director de projectos da GESTERRA, Carlos Paim disse que o empreendimento consta do programa do partido governante para redução da fome e combate à pobreza e poderá igualmente reduzir a importação do óleo alimentar e de farinhas.

“A área produtiva prevê produções que vão atingir as cerca de 22 mil toneladas de milho, cerca de seis mil toneladas de feijão e seis mil toneladas de soja anualmente. As fábricas que vão ser instaladas serão fundamentalmente uma unidade de produção e transformação de fuba de milho e uma unidade de produção de rações”, clarificou.

Quanto à unidade de fuba de milho estima-se que tenha capacidade para moer cerca de 50 toneladas/hora e a “capacidade de produção de ração vai ser até 16 mil toneladas anos”, a mesma poderá criar 300 postos de trabalho, dos quais 270 directos e os restantes de forma indirecta ou itinerante.

O ministro angolano da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Afonso Pedro Canga afirmou que estão definidas as prioridades com a criação de várias fazendas e pólos agro-industriais em Angola.

“Nesta fazenda e noutras que o executivo está a implementar, quer directamente, quer com a participação do sector privado, serão produzidos alimentos para podermos reduzir e, nalgumas vezes acabar com a importação dos produtos alimentares”, sublinhou o titular da pasta da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas de Angola.

Boaventura da Silva Cardoso, o governador provincial do governo cessante reafirmou o impacto da fazenda Pedras Negras para a província, referindo que “é mais um projecto, expressa as nossas grandes aspirações em fazer de Malanje uma terra bastante desenvolvida, pois ela tem condições para tal”.

Laboratórios, residências para os funcionários permanentes, casas protocolares, refeitórios e um complexo administrativo fazem parte do projecto que ao atingir a plenitude vai criar cerca de três mil empregos directos e indirectos, com prioridade para a juventude.
XS
SM
MD
LG