Links de Acesso

MPLA: "Vamos fazer uma Angola melhor e aprofundar a democracia".


José Eduardo dos Santos no comício de encerramento da campanha eleitoral de 2012, no estádio 11 de Novembro, em Luanda (MPLA)

José Eduardo dos Santos no comício de encerramento da campanha eleitoral de 2012, no estádio 11 de Novembro, em Luanda (MPLA)

Eduardo dos Santos confiante na vitória do MPLA nas eleições de 31 de Agosto, ignora os protestos da oposição sobre as irregularidades processuais

O Presidente angolano encerrou a campanha do MPLA com um comício no Estádio 11 de Novembro, em Luanda exortando os seus apoiantes a votarem em massa na sexta-feira.

“Se todos formos votar ninguém nos poderá vencer,” disse

José Eduardo dos Santos apelou ao civismo no dia das eleições e disse que o MPLA já fez muito pelo país e vai fazer mais para que haja uma Angola melhor. Mostrou-se confiante na vitória e prometeu aprofundar a democracia angolana.

Eduardo dos Santos disse que o MPLA "não esconde as dificuldades que o país vive".

"Somos realistas, pragmáticos ou práticos quando necessário," disse dos Santos. O MPLA, acrescentou, "não faz promessas sem pensar".

"Prometer é fácil principalmente quando não se tem sentido de responsabilidade de estado e quando se pretende apenas enganar o eleitores para conseguir votos," acrescentou José Eduardo dos Santos que, durante o seu discurso, não se referiu directamente aos protestos da oposição sobre as irregularidades no processo eleitoral.

Mas no que pode ser interpretado como uma alusão indirecta aos mesmos, apelou a "que haja consenso, respeito pela diferença, tolerância e civismo".

"Que a agitação, nervosismo e excessos verificados durante a campanha eleitoral dêem lugar à serenidade para que cada um faça a sua escolha com maturidade", disse o presidente angolano.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG