Links de Acesso

SIDA Mata 20 Pessoas Por Dia em Angola

  • Agostinho Gayeta

SIDA Mata 20 Pessoas Por Dia em Angola

SIDA Mata 20 Pessoas Por Dia em Angola

Mais de 20 pessoas morrem de SIDA diariamente em Angola e cerca de duas dezenas de novos casos são registados pelas autoridades sanitárias

Mais de 20 pessoas morrem de SIDA diariamente em Angola e cerca de duas dezenas de novos casos são registados pelas autoridades sanitárias, os dados foram revelados pela ANASO, Rede Angolana das Organizações de Serviços de Sida que considera a situação epidemiológica como preocupante, por atingir índices elevados, apesar do empenho do governo e da sociedade civil no combate a epidemia.

Segundo dados estatísticos da ANASO a Rede Angolana das Organizações de Serviços de Sida, Angola tem uma taxa de seroprevalência na ordem dos dois ponto um porcento, para perto de 17 milhões de habitantes. Isto significa que meio milhão de angolanos está infectado com VIH. Deste número, apenas 57 mil são acompanhados pelas instituições governamentais e da sociedade civil e trinta mil dos quais não fazem tratamento médico com anti-retrovirais.

Diariamente vinte novos casos são registados e mais de duas dezenas de pessoas morrerem vítimas de SIDA em Angola. António Coelho Director Executivo da ANASO, Rede Angolana das Organizações de Serviços de Sida, diz que os dados mostram que o país ainda tem dificuldades de controlar a situação da doença, e isto obriga a uma reflexão sobre as políticas de combate.

Embora o governo gaste perto de 35 milhões de dólares anualmente só em acções de formação, sensibilização, criação de centros de testagem voluntária e acompanhamento de pessoas infectadas, para travar a propagação do vírus da SIDA no país, António Coelho fala em pouca vontade política do executivo relativamente ao combate à doença do século.

António Coelho diz por outro lado que ainda em Angola há em Angola grandes dificuldades em fazer gestos solidários a favor da vida e pede uma reflexão conjunta sobre as medidas a serem adoptadas para ajudar as pessoas vivendo com VIH SIDA no país.

E para despertar a sociedade angolana sobre os perigos que a doença representa, e melhorar a garantia de acesso universal dos direitos humanos de pessoas seropositivas a ANASO em parceria com o Ministério da saúde organizou, sábado último, uma marcha de solidariedade às pessoas vivendo com vírus.

A caminhada por algumas artérias de cidade de Luanda uniu várias individualidades da vida política e social do país, entre os quais diplomatas, membros das organizações não governamentais e da sociedade civil…a mesma foi realizada em alusão ao dia mundial de luta contra sida, que se assinala no próximo dia 1 de Dezembro.

XS
SM
MD
LG