Links de Acesso

Governo decreta luto nacional pela morte de Malam Bacai Sanhá


Hospital militar Val-de-Grace em Paris

Hospital militar Val-de-Grace em Paris

Presidente da Guiné-Bissau morreu segunda-feira, num hospital francês

O Presidente guineense, Malam Bacai Sanhá, morreu esta segunda-feira no hospital Val de Grâce, em Paris, anunciou a Presidência guineense em comunicado.

Uma delegação chefiada pelo ministro guineense dos Negócios Estrangeiros, viajou para a capital francesa, para tratar da trasladação do corpo.

Bacai Sanhá tinha sido internado em finais de Novembro no hospital parisiense, por causas não divulgadas e após tratamentos intensivos no Senegal. Sabia-se que sofria de diabetes.

O porta-voz da Presidência, Agnelo Regala, anunciou que Malam Bacai Sanhá tinha morrido na manhã de segunda-feira. De imediato reuniu-se um conselho de ministros extraordinário.

Dessa reunião saiu um comunicado que decretou luto nacional de sete dias pela morte do Presidente, a vigorar a partir das 00h00 desta terça-feira.

O documento acrescenta que a bandeira nacional será colocada a meia-haste em todos os edifícios públicos e deverão ser encerradas todas as salas de espectáculos e recintos de diversão, não sendo permitida a realização de bailes públicos nem de manifestações lúdicas.

O comunicado anuncia ainda a criação de uma comissão que se incumbirá das exéquias, presidida pela ministra da Presidência do Conselho de Ministros.

XS
SM
MD
LG