Links de Acesso

Surto de cólera mata seis em Saurimo

  • Almeida Sonhi

Saurimo

Saurimo

O surto que começou em finais de Dezembro último

Situação preocupante

Eleva-se a seis o número de mortos vítimas de cólera, na capital da Lunda Sul. Neste momento 36 pacientes estão internados no Hospital Central de Saurimo, na sequência de um surto de cólera que preocupa as autoridades sanitárias.

Dois em cada quatro casos diários dão entrada na única unidade hospitalar da capital,a situação já preocupa o executivo local que criou já uma comissão provincial de emergência médica para se ocupar da cólera cujas notificações recentes provém de novos outros bairros circundantes de Saurimo.

A coordenadora da referida comissão, dra.Hortência Miguel,fala na existência de condições mínimas em termos de médicos e fármacos que, até ao momento, estão a evitar a agudização do surto que começou em finais de Dezembro último.

Aquela médica avança com medidas de prevenção contra a cólera para proteger as famílias e o pessoal médico. E o Jurista Egildo Paulo defende,quanto antes, a promoção de campanha de sensibilização das populações,distribuição da água potável e propõe medidas de segurança com a fronteira que divide as províncias das Lundas Norte e Sul.

A cólera pode matar muitas pessoas na Lunda Sul. Em menos de três semanas, seis pessoas morreram e 36 outras estão internadas,só em Saurimo,numa altura em que milhares de famílias desalojadas pelas chuvas não tem escolha alimentar, nem água potável,nem tão pouco como cuidar da sua própria higiene por falta de habitação própria e apropriada.O saneamento básico dos bairros periféricos da cidade capital é desolador.

Entretanto,até ao momento, que enviamos esta reportagem acabavam de falecer duas outras pessoas e foram registados mais dois internamentos ,de acordo com a responsável da comissao que está cuidar do surdo da cólera.

XS
SM
MD
LG