Links de Acesso

Mitt Romney tropeça na Carolina do Sul na corrida à nomeação


Newt Gingrich ganhou as primárias da Carolina do Sul com 40 por cento dos votos

Newt Gingrich ganhou as primárias da Carolina do Sul com 40 por cento dos votos

Resultados da Carolina do Sul deixam o jogo aberto para Florida com a vitória insperada de Newt Gingrich a barralhar as contas de Mitt Romney

A disputa eleitoral republicana para a investidura presidencial continua em aberto depois do antigo líder da maioria no Congresso, Newt Gingrich ter ganho as primárias do Sábado passado na Carolina do Sul.

Michael Bowman da VOA, reporta que Gingrich deitou por terra as pretensões do seu mais directo adversário e até então favorito Mitt Romney, e os dois já instalaram sedes de campanha no Estado da Florida, a próxima etapa da corrida com eleições previstas para o final do mês.

Depois de ter terminado em quarto lugar tanto em Iowa como no New Hampshire, Newt Gingrich está em plena recuperação. O antigo líder da maioria republicana no Congresso, obteve uma retumbante vitória na Carolina do Sul, ao obter 40 por cento dos votos. Gingrich não perde de vista a táctica que lhe valeu a inesperada recuperação no ultimo fim-de-semana, e faz do tema central da sua campanha as questões populistas que atraíram as atenções dos eleitores.

“Nós vamos mudar as coisas. Vamos dificultar e criar desconfortos ao nível da administração. Estou feliz por estar em linha de actuação com a tradição de Ronald Reagan como um elemento de fora que pôs em pânico o aparelho republicano.”

Pelo menos até a véspera da primária na Carolina do Sul, Mitt Romney liderava as intenções de voto, através de uma campanha descrita como bem financiada, e reforçada depois da vitória no New Hampshire em que muitas figuras do partido entre as quais o antigo candidato presidencial – o Senador McCain - decidiram apoia-lo publicamente.

Após esta inesperada derrota, Romney procura agora desvalorizar o consequente segundo lugar da prova que lhe outorgou apenas 28 por cento dos resultados.

“Vou seguir frente numa longa campanha. É um duro processo e é assim que deve ser. Estamos a seleccionar o presidente dos Estados Unidos… alguém que irá enfrentar os altos e baixos e os desafios reais. E espero que através deste processo poderei demonstrar que posso recuar e avançar mais forte ainda.”

As atenções estão viradas agora para o Estado da Florida, onde existem mais eleitores que os Estados do Iowa, New Hampshire e Carolina do Sul, juntos. Acredita-se que Romney deverá obter o apoio dos republicanos moderados. A superioridade e a organização de sua campanha, assim como a sua disponibilidade para pagar os anúncios publicitários nas rádios e televisões, e o facto da Florida permitir a votação atempada por correspondência, podem atenuar a dinâmica galvanizante da vitória do fim-de-semana de Newt Gingrich na Carolina do Sul.

Mas Gingrich já fez saber que nenhuma dessas vantagens vai se impor diante de um eleitorado desiludido e perante as incertezas económicas que enfrentam os Estados Unidos.

XS
SM
MD
LG