Links de Acesso

Cabinda: Professores universitários aderem a greve do Ensino Superior

  • José Manuel

Na proposta salarial, os docentes sugerem que o professor titular passe do salário base de 357 mil kuanzas para 1,5 milhão de kuanzas.

Todas as institituições de ensino superior em Cabinda encerraram as portas em observação da greve geral do ensino universitario convocada pelo sindicato de Professores das instituições universitarias públicas em Angola.


A assembleia de trabalhadores da região academica tres que abrange as provincias de Cabinda e Zaire, subscreveu e aderiu a grave, como meio de reclamar pelas melhorias saláriaiss e de condições de trabalho.

Deacordo com o coordenador do sindicato de professores do ensino superior em cabinda, Antonio Piundi, a greve foi declada a tempo indeterminado e so será interrompida se houver vontade negocial da parte do governo.

A péssima situação economica e reivindicação de estatuto especial remuneratório estão na base greve de professores do ensino superior que se alastra ao enclave de Cabinda.
XS
SM
MD
LG