Links de Acesso

UNITA volta a pedir CPI à Sonangol


Adalberto da Costa Junior quer conhecer as contas da petrolífera

Duas anteriores propostas semelhantes foram chumbadas pela maioria parlamentar

O partido na oposição em Angola, UNITA, diz não sossegar enquanto não vir esclarecidos todos os casos de desvios dos fundos públicos.

UNITA volta apedir inquerito à Sonangol - 1:06
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:06 0:00

Depois de ter visto chumbado o seu pedido para criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI)a Sonangol, ainda durante a gestão de José Eduardo dos Santos, a UNITA ultima preparativos para voltar à carga com um novo pedido de uma CPI às contas da petrolífera angolana.

O líder da bancada parlamentar da UNITA refere que desta vez quer também pôr à prova a nova era do Tribunal Constitucional.

"Pela importância que confere este trabalho, estamos a ponderar efectivamente repor este período da CPI à Sonangol e é também uma forma de sabermos se o novo formato do TC está mesmo pra servir a nação ou continua virado ao serviço de uma pessoa e não temos medo de afirmar que era assim que o TC funcionava, virado ao protecionismo dos interesses de um poder absolutamente uni pessoal, assumido no passado", diz Adalberto da Costa Júnior.

O parlamentar entende que insistir nestes dossiers é a única maneira para resgatar os capitais aqui dentro que o Estado precisa.

"Na defesa do interesse do cidadão, se querem mais escolas mais saúde, mais estradas, se queremos condições mínimas ao serviço do cidadão temos que resgatar esses meios ao sítio onde eles foram desviados, estamos a fazer um papel de complementaridade ao interesse do cidadão", sublinha Costa Júnior.

O grupo parlamentar da UNITA já solicitou a instauração de CPI à dívida pública nacional, ao Fundo Soberano e à Sonangol, mas todas as propostas foram chumbadas pela maioria parlamentar do MPLA, partido no poder.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG