Links de Acesso

Oposição angolana pede medidas frente a denúncias do PCA da Sonangol


Carlos Saturnino denunciou transferências no valor de 36 milhões de dólares para o Dubai pela anterior CA depois da sua exoneração

O presidente do Conselho da Administração da Sonangol, Carlos Saturnino, revelou na quarta-feira, 28, que foram feitas transferências no valor superior a 38 milhões de dólares para uma empresa no Dubai, pela anterior administração de empresa um dia depois da sua exoneração.

Agora, a CASA-CE pede a abertura de um inquérito pela Procuradoria-Geral da República (PGR), enquanto a UNITA quer que o Presidente João Lourenço cumpra a sua promessa de campanha de luta contra a corrupção.

Lindo Bernando Tito, porta-voz da CASA-CE, mostra-se reservado e diz que deve-se respeitar o principio da inocência.

Entretanto, ele pela a PGR a abrir um inquérito sobre o assunto.

Por seu lado,Alcides Sakala, porta-voz da UNITA, diz que oPresidente da República deve pôr em prática as suas promessas do combate à corrupção.

Para o Jurista Manuel Pinheiro, a Procuradoria Geral da República é o guardião da legalidade e, por isso, deve investigar as denúncias do PCA da Sonangol.

Refira-se que, até agora, não houve qualquer reacção oficial.

Isabel dos Santos também não se pronunciou.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG